sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Jon Skovron - Destruição e Redenção



Sinopse

Alguns procuram destruição. Eles procuram redenção.


Ainda a recuperar dos acontecimentos de Luz da Aurora, Esperança luta para compreender o que significa ser um guerreiro que jurou nunca mais pegar numa espada. A sua busca por esclarecimento permite-lhe dominar capacidades surpreendentes que lhe possibilitam descobrir pistas perturbadoras sobre a verdadeira origem do império.

Ruivo está a divertir-se no seu novo papel como espião imperial. Mas as suas lealdades serão testadas quando a Dama Hempist lhe atribui a tarefa que ele há muito desejava: recrutar Esperança e Brigga Lin para ajudar o império a livrar-se do conselho dos biomantes de uma vez por todas.

Mas o conselho já colocou em marcha os seus próprios planos. O seu controlo cada vez mais ténue sobre o império deixou os biomantes desesperados e dispostos a fazer tudo para manterem o seu poder…


Opinião:

Sem duvida o melhor livro da trilogia e o que mais me agradou, embora não posso dizer que estamos na presença de um grande escritor. Sem duvida que sabe os ingredientes para se fazer uma boa trilogia, isso reconheço, personagens interessantes e com o seu mistério, enredo bem desenvolvido e que até acabou por ser bem explorado, mas falta-lhe qualidade de escrita e isso é fundamental.


Gostei do destino que deu a várias personagens, ainda assim Dama Hempist foi a que mais me agradou, inteligente, com os seus jogos de espionagem e que acabou por tornar-se uma mais valia para o enredo. Mas sem duvida que houve outras que nos cativam e foram bem caracterizadas, faltou talvez um pouco mais de profundidade, mas não é pelas personagens que não teríamos aqui na presença de uma boa trilogia.

Ainda assim recomendo para quem goste de fantasia mais virada para um publico juvenil, não deixo de valorizar a aposta da editora em publicar novos escritores.

Resumindo uma leitura que entretém, sem deslumbrar.

4 comentários:

  1. Por acaso achei os 3 mais ou menos qo mesmo nível, mas partilho da tua opinião. Meryvale Hempist e a Rosa Negra foram as melhores personagens. Vários furos abaixo dos meus autores preferidos, mas lê-se bem.

    Nuno Ferreira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oie Nuno,

      Não é de todo pelas personagens que ate as teve interessante, embora tambem nada demais, mas sem duvida que está longe de escritores até publicados pela SDE, espero estar a ler em breve Robin Hobb e Eriksson ;)

      Abraço e boas leituras

      Eliminar
  2. Olá amigo!
    Eu estou a gostar desta trilogia. Sim falta mais qualquer coisa contudo não deixa de ser uma leitura agradável. Estou ansiosa por ler o último livro da trilogia.
    Quanto às personagens. Eu gosto do Ruivo. A descontração dele, vocabulário fazem-me rir. E isso é bom já que eu choro muito a ler 🙄.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito desta trilogia, não tem grande qualidade de escrita mas isso para mim não é assim tão importante, com limites é claro, não procuro grandes dotes de escritor mas sim uma história que me cative e me entretenha afinal essa é a esperança que tenho no inicio de qualquer livro e esta trilogia cumpriu na minha opinião, gostei bastante.
    Boa critica mais uma vez, obrigada!

    ResponderEliminar