terça-feira, 13 de outubro de 2020

"Feridas de Guerra" serie do Imperio nº1 de Anthony Riches


Sinopse

A saga de um homem traído na arena política e que para sobreviver terá de vencer no campo de batalha.


Marcus Valerius Aquila, membro da Guarda Pretoriana do imperador Commodus, viaja para a Britânia com uma mensagem urgente para o legado das tropas que se encontra na Muralha de Adriano. Mas assim que chega ao destino é acusado de traição e condenado a uma morte desonrosa.
Com a ajuda dos antigos companheiros de armas do pai, consegue fugir e assume um novo nome enquanto se infiltra num obscuro regimento na Muralha de Adriano e tenta não dar nas vistas.
É então que um exército rebelde surge do lado norte da Muralha, e Marcus tem de provar que tem a resistência necessária para liderar uma centúria na linha da frente de uma guerra violenta e brutal com um inimigo impiedoso

Opinião

Depois de ler recentemente Simon Scarrow e sobretudo Bernard Cornwell, não espera ser tão agradavelmente surpreendido com a leitura deste Romance Histórico mas a verdade é que fiquei encantado com a qualidade do livro e que nos deixa ansiosos por ler a continuação, o que atualmente já me encontro a fazer.

Impecável a forma como o escritor nos explica os objetivos das legiões romanas, como se organizavam, a forma como prepara e descreve os combates que vão existindo com o decorrer do livro, sem nunca ser exaustivo e mostrando que se preparou bem para o enredo.

Gosto ainda como a Politica vai sendo introduzida e como vai influenciando os vários enredos/personagens em torno da história o que nos vai deixando intrigados e curiosos.

Por ultimo gostei ainda muito das personagens em especial de Marcus Aquila, personagens muito reais, que tem que passar muito para atingir os seus objetivos, tem que lutar pela vida, no fundo bem construídas e desenvolvidas.

Alem de um bom escritor de Romance Histórico estamos igualmente na presença de um bom contador de histórias, leitura mais que recomendada para quem gosta do género.

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

"A Minha sombria Vanessa" de Kate Elizabeth Russell - Divulgação SDE




Em 2000, Vanessa Wye é uma adolescente de 15 anos ambiciosa e solitária. Sonhando ser escritora, não se importa de estar sempre sozinha, mas abre uma exceção quando Jacob Strane, o seu professor de inglês, lhe começa a dar mais atenção. Antes que Vanessa tenha consciência, iniciam uma relação, e ela acredita que ele realmente a ama.
Em 2017, uma ex-aluna acusa Strane de abuso sexual. Vanessa fica perante uma escolha impossível: ficar calada, acreditando que se havia envolvido voluntariamente naquela relação… ou redefinir a sua grande história de amor como mera violação. Por um lado, não quer rejeitar esse primeiro amor, o homem que a transformou e tem sido uma presença constante na sua vida. Por outro, será possível que ele seja muito diferente do que ela pensava? Será ela apenas mais uma vítima?

Alternando entre passado e presente, Minha Sombria Vanessa é um retrato excecional de uma adolescência conturbada e das suas consequências, levantando questões cruciais sobre liberdade, consentimento, abuso e vitimização, captando de forma brilhante uma cultura em mudança que transforma as nossas relações e a própria sociedade.
KATE ELIZABETH RUSSELL nasceu no Maine. É formada em Escrita Criativa pela Universidade do Kansas. Pode consultar a página da autora em http://kateelizabethrussell.com

segunda-feira, 28 de setembro de 2020

"A Rosa Branca" de Glen Cook - Divulgação SDE

         
Sinopse

BEM-VINDO AO LADO MAIS REALISTA, OBSCURO E VIOLENTO DA FANTASIA  

A Companhia Negra esteve à beira da ruína depois de fugir de Zimbro e da Senhora, a terrível feiticeira que espalhou a sua maldade pelo mundo. Agora, a partir de uma base secreta na Planície do Medo, onde até a Senhora hesita em ir, o grupo de mercenários procura tornar vitoriosa a Rosa Branca.

Porém, uma grande ameaça paira sobre os dois lados do conflito: o Dominador, o marido da Senhora, pode estar a planear uma tentativa de se libertar do seu túmulo, e, se o conseguir, todas as grandes batalhas que já foram travadas parecerão meras escaramuças. Diante de um inimigo em comum, é necessário tomar decisões inesperadas que testarão as lealdades e decidirão o destino do conflito.




segunda-feira, 31 de agosto de 2020

"Guerreiros da Tempestade" #9 das Crónicas Saxónicas de Bernard Cornwell


 

Sinopse
 
Os inimigos aproximam-se. A paz tão duramente alcançada está em risco

Depois da morte do rei Alfredo, os seus dois filhos governam os territórios do Wessex e da Mércia, que vivem numa frágil paz. Uhtred, o grande guerreiro, controla a parte norte da fortificada cidade de Chester. Mas ninguém os poderá preparar para a tempestade que está prestes a abater-se sobre eles. Liderados por Ragnall Iverson, o temido guerreiro viking e líder implacável, os nortenhos, aliados aos irlandeses, aproximam-se em força a coberto da noite, mas ninguém sabe o que pretendem. Atacar Chester? Pilhar a Mércia? Controlar o conturbado reino da Nortúmbria? Na luta entre dever familiar e lealdade aos guerreiros, entre ambição pessoal e compromissos políticos, não há um caminho fácil. Mas se há uma saída, só um homem com a coragem de um verdadeiro guerreiro é capaz de a encontrar. Este homem é Uhtred, e este momento é decisivo para o seu destino.

Opinião:

Mais uma grande leitura proporcionada por Cornwell, mantendo sempre uma qualidade superior, livro após livro e apresentando cada vez mais um Uhtred mais pensador, mais estratégico ainda assim mantendo-se como um excelente guerreiro. Um personagem cativante e que não nos deixa indiferentes.

O escritor repete, por norma, o seu modelo base de desenvolvimento dos livros, alternando cenários e alguns personagens, neste caso o livro apresentou-nos Ragnall Iverson a nova ameaça à estabilidade e onde é explorado mais a parte da Mércia, estando sempre bem definidos os objetivos base da trama, a constituição da Inglaterra.

Tudo é positivo nestes livros, a escrita que se torna muito fluída e onde se nota todo o trabalho de investigação realizada pelo escritor, as personagens muito cativantes, sendo deliciosos muitos diálogos existentes, as descrições dos combates que são do melhor que existe e claro toda a mais valia do enredo e as enumeras estratégias e volte faces que vão existindo.

Não achei que Ragnall Iverson tenha acrescentado muito ao enredo, prometia ser um osso bem duro de roer e assim foi desenvolvido mas acabou por não acrescentar muito, isto a meu ver claro, ainda assim em nada belisca a qualidade do livro.

Livros mais do que recomendados e sem duvida ficamos sempre com muita vontade de ler o seguinte, que não demore muito.

"Pirata" de Simon Scarrow e T. I. Andrews


 

 Sinopse

 Ano 25. Os navios piratas semeiam o terror nos corações daqueles que enfrentam os mares do Império Romano.

Quando Telémaco se junta à tripulação do navio mercante Selene fica feliz por escapar às ruas difíceis de Pireu. Mas o jovem conhece pouco dos perigos da vida no mar e nem as dificuldades do passado o prepararam para o terror quando são abordados por um navio pirata. A luta é sangrenta, mas o resultado é claro. O chefe pirata vitorioso, Bulla, oferece aos homens derrotados uma escolha cruel: juntarem-se a eles ou morrerem.

Depois de sobreviver a um ritual de iniciação brutal, o jovem impressiona o novo capitão com o seu engenho e força, e rapidamente ascende na hierarquia dos piratas. Mas rivais perigosos falam de motim e assassinato. Pior, Telémaco descobre que o futuro da irmandade pirata está em risco: Canis, um célebre comandante da frota imperial em Ravenna, jurou libertar o Adriático dos piratas.

Quem se atreverá a desafiar a supremacia crescente de Roma?
Poderá Telémaco ser o homem que irá liderar os piratas e desafiar o Império?

Opinião:

Confesso que o que me levou a ler este livro foi o escritor Simon Scarrow, pois já li vários livros seus, nomeadamente a Serie da Águia e sem duvida que gostei bastante mais de acompanhar as aventuras de Cato e Macro, o que não invalida de estarmos na presença de um bom livro.

As qualidades do escritor estão todas cá, boa descrição de combates, conhecimentos militares, boa camaradagem entre os personagens, bem como uma escrita que nos deixa sempre com vontade de saber o que irá acontecer nas páginas seguintes. Ainda assim e com o decorrer da leitura torna-se muito previsivel, não apresentando muitos acontecimentos surpreendentes e gostava de um final mais cativante e menos previsivel, ainda assim gostei.

A nível de personagens, Telémaco está bem desenvolvido, acaba por cativar, havendo ainda outras que acrescentaram algo de positivo, ainda assim nada demais, embora compreenda que em apenas um livro seja difícil desenvolver muito mais.

Resumindo uma leitura agradável e que recomendo para quem goste deste género literário.

quinta-feira, 30 de julho de 2020

"As Sombras Eternas" de Glen Cook


Sinopse

BEM-VINDO AO LADO MAIS REALISTA, OBSCURO E VIOLENTO DA FANTASIA



Depois de massacrarem os rebeldes, os mercenários da Companhia Negra, uma irmandade de soldados fortes e orgulhosos de honrarem os seus compromissos, estão ao serviço da Senhora na luta contra os devotos da Rosa Branca. Todos desconfiam que a Senhora é malévola, mas também o são aqueles que seguem a causa da Rosa Branca, a reencarnação de uma heroína que morreu há muitos séculos.
Mas nada é simples na vida da Companhia Negra. Quando alguns dos seus elementos descobrem que a rapariga muda que salvaram e receberam no seu grupo é, na verdade, a Rosa Branca renascida, o mundo ameaça desmoronar-se sobre eles. O caminho para a salvação será sinuoso, e com as lealdades a serem permanentemente testadas, as escolhas serão decisivas para alterar o rumo do conflito para sempre.

Opinião

Se o primeiro volume não me tinha cativado muito com este segundo volume já fiquei mais convencido com o escritor e para que isso acontecesse foram vários os fatores em primeiro lugar o livro tornar-se mais negro, mais sombrio no fundo mais cativante e que nos deixa sempre em suspense.

Por outro lado gostei do desenvolvimento das personagens, quer as principais quer as secundárias em especial do Corvo e de quem o acompanha, bem como as reflexões / diálogos apresentados pelo Físico, foram sem duvida uma mais valia e ficamos a suspirar por saber o que virá a seguir.

Não vou desenvolver muito mais pois estamos num volume de transição já para a parte final da trilogia, que desejo que mantenha a qualidade apresentada neste 2 volume, pelo que muito promete o ultimo volume da trilogia, fico desejoso que seja publicado o mais rápido possivel e ver como tudo termina, venha ele.

"A Vingança serve-se fria", volume I de Joe Abercrombie




Sinopse:

Depois de ser traída, a mercenária mais temida do reino está em busca de vingança...


Durante quase vinte anos, a guerra provocou uma devastação sangrenta. O implacável grão-duque de Orso está preso numa violenta disputa com a Liga dos Oito. Enquanto os exércitos marcham, as cabeças rolam e as cidades ardem, banqueiros, sacerdotes e poderes ocultos jogam nos bastidores um jogo mortal para escolher quem governará.
A guerra pode ser um inferno, mas para Monza Murcatto, conhecida como a Serpente de Talins, a mais famosa e temida mercenária ao serviço do grão-duque de Orso, a guerra também é uma bela forma de fazer dinheiro. As suas vitórias tornaram-na imensamente poderosa e popular – demasiado popular, na opinião do grão-duque e dos seus conselheiros. Traída, esfaqueada, atirada de uma falésia e deixada como morta, a recompensa de Monza é um corpo quebrado e um desejo ardente de vingança. E agora, qualquer que seja o preço, os sete culpados terão de morrer.

Opinião:

Já tinha lido uma trilogia deste escritor, passada a norte de onde decorre a ação deste livro, e este livro é mais uma demonstração da grande qualidade de Abercrombie, pois mesmo o titulo do livro bem como a sinopse já nos dar uma ideia da base do livro a forma como as coisas acontecem é sem duvida uma grande mais valia.

Um livro negro, cruel, sempre repleto de ação e suspense, que nos deixa presos e a querer saber como irá ser a próxima missão dos nossos amigos, com personagens que nos cativam, bem desenvolvidas, que ficamos a sofrer com os seus problemas, a torcer para que tudo corra bem, no fundo personagens muito reais, sem duvida uma das mais valias do livro.

Não vou querer desenvolver muito mais pois apenas estamos na presença da primeira parte do livro e o mais dificil vem a caminho e repleto de perigos, mas confirma-se que facilmente este escritor se torna um dos meus favoritos dentro do genero, gostei muito e sem duvida uma mais valia para a Coleção BANG!, mais do que recomendado.