segunda-feira, 11 de maio de 2015

Novidades Editora Marcador



SINOPSE:


Acusado de colocar em causa os códigos mais sagrados do Islão, o poeta persa Omar Khayyam encontra fortuitamente a simpatia do homem que é suposto julgar os seus crimes. Reconhecendo o seu génio, o juiz decide poupá-lo e oferece-lhe um pequeno livro em branco, encorajando-o a colocar naquele livro a coleção dos seus pensamentos mais profundos. Assim começa a combinação perfeita de realidade e ficção que é Samarcanda.


«Um livro extraordinário! As descrições que Maalouf faz das cortes, do bazar e das vidas de místicos, reis e amantes entretecem-se numa prosa evocativa e lânguida.»

The Independent


Já disponível :)



SINOPSE:



«No último paraíso do Planeta, a meio caminho entre o Velho e o Novo Mundo, as ventanias preparam a sua ofensiva. Ardem vulcões e terramotos, e é contra a morte que o povo dos Açores festeja, eufórico, como se em todo o caso o fim estivesse próximo.
De regresso às ilhas após trinta e cinco anos de ausência, José Artur Drumonde colecciona afectos e perplexidades. Há Elias Mão-de-Ferro, um velho endurecido pela vida no mato e pela culpa. Há Maria Rosa, uma pequena maria-rapaz, loira como só aos oito anos, conhecedora das raças de vaca e da natureza humana. Há Cabrinha, taberneiro e manipulador da consciência colectiva; há La Salete, a sua filha cozinheira e sábia; há Luísa Bretão, mulher de beleza e silêncios, a quem o regressado demorará tempo de mais a declarar-se.
A sua viagem não é a de um vencedor. Com a carreira na universidade onde ensina em risco, José Artur voltou em busca do que quer acreditar serem vestígios da Atlântida, a utopia há tanto procurada por arqueólogos e historiadores, e provavelmente também da memória de José Guilherme, o avô de cuja vida de adulto a sua própria existência fora, décadas antes, uma reprodução em ponto pequeno.
A terra não treme sob os seus pés: nem o maior o terramoto o seu corpo será capaz detectar, no que constituirá o mais evidente sinal da incompletude da sua pessoa. Na autenticidade da vida do campo, na repetição dos gestos dos seus antepassados – aí se encontrará, talvez, a redenção.
Mas as entranhas da velha casa familiar escondem um segredo: os ossos de Elisabete, a criança desprovida de um braço e dotada de força sobre-humana cujo desaparecimento, quase quarenta anos antes, coincidira com o fim da sua própria infância. E, à medida que – ao volante do seu Boca de Sapo verde-garrafa e na companhia do seu cão dourado –, o professor vai progredindo numa investigação algo caótica, para que o empurra mais a urgência do que a vontade, aquilo com que se depara são as pistas de uma vingança demasiado antiga, envolta numa teia de mentiras e já com um rasto de destruição demasiado extenso para que a possa desmontar um só homem.»



Disponível a partir de 20 de maio de 2015

14 comentários:

  1. Olá,
    Gostei muito da sinopse de Samarcanda, deve ser um livro muito interessante.
    Beijocas e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois,

      Estou contigo gostava muito de poder ler Samarcanda, parece-me muito bom pelo que tenho visto em comentários ;)

      Bjs e boas leituras

      Eliminar
  2. Olá!

    Tenho o livro Samarcanda noutra edição. Mas ainda não peguei nele...para variar :)
    Tenho mesmo de o ler.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois Isaura,

      Tens que lhe dar oportunidade pelo que tenho visto é mesmo um livro excelente ;)

      Bjs e boas leituras

      Eliminar
  3. Olá,
    Já li "Samarcanda" mas há algum tempo, já não me lembro de tudo mas gostei embora não tenha adorado.
    Quanto a "Arquipélago" tem uma sinopse interessante.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois Tânia,

      Tenho lido bons comentários ao Samarcanda, vamos ver se tenho oportunidade de ler.

      Quanto ao Arquipélago, quem sabe se consigo ler, também me parece interessante ;)

      Bjs

      Eliminar
  4. Hello!

    Mais duas boas apostas da editora!
    Excelente divulgação =)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois,

      Tambem me parece, gostava de ler ambos, mas vamos ver ;)

      bjs

      Eliminar
  5. Samarcanda é lindo :) como todos os outros livros do autor, mas eu sou suspeita porque gosto bastante de Amin Maalouf
    Quanto ao arquipélago, não sei... vou esperar pelas opiniões
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois Caminhante,

      Adorava poder ler esse livro, vamos ver ;)

      Bjs

      Eliminar
  6. Olá!

    Dois livros muito interessantes.
    Ouvi uma entrevista com o Joel Neto sobre este Arquipélago e fiquei bastante curiosa. Espero que leias para saber a tua opinião :)

    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois Catia,

      Não me importava nada, vamos ver :D

      Bjs

      Eliminar
  7. Gostei muito do que li sobre o Samarcanda! Deve ser muito bom ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois vanda,

      Devo ler em breve, julho de certeza e estou curioso :)

      Bjs

      Eliminar