sábado, 23 de fevereiro de 2013

Juliet Marillier

Esta é uma das minhas escritoras favoritas que teve o condão de me devolver novamente o gosto e o hábito pela leitura.

Curiosamente o primeiro livro que li dela foi o Espelho Negro pertencente Ás Cronicas de Bridei e a partir dai nunca mais parei até que tivesse tudo lido da escritora.

Seguramente muita gente já leu os seus livros e este comentário pouco adianta, mas para quem não leu, acreditem que é uma escritora que vale bem a pena ler, qualquer uma das trilogias.

 Aqui deixo a sinopse dos seus primeiros volumes ;)



Trilogia Sevenwaters: - Sinopse da Filha da Floresta livro I



Sinopse: Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era Lei e a magia uma força da Natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos.

O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e Criaturas Encantadas que deslizam pelos bosques vestidos de cinzento e mantêm armas afiadas. Os invasores de fora da floresta, os salteadores do outro lado do mar, os Bretões e os Viquingues, estão todos decididos a destruir o idílico paraíso. Mas o mais urgente para os guardiões é destruir o traidor que se introduziu dentro do domínio: Lady Oonagh, uma feiticeira, bela como o dia, mas com um coração negro como a noite. Oonagh conquista Lorde Colum com os seus sedutores estratagemas,; mas não consegue encantar a prudente Sorcha. Frustrada por não conseguir destruir a família, Oonagh aprisiona os irmãos num feitiço que só Sorcha pode quebrar. Se falhar, continuarão encantados e morrerão!

Então os salteadores chegam e Sorcha é capturada, quando está apenas a meio da sua tarefa… Em breve vai ver-se dividida entre o seu dever, que lhe impõe que quebre o encantamento, e um amor cada vez mais forte, proibido, pelo senhor da guerra que a capturou.

Fazem parte da trilogia ainda O Filho das Sombras e a Filha da Profecia 


Recomendo, a quem ainda não tenha lido nada desta escritora, que comece por esta trilogia (embora tenha continuação para mim devia ter ficado apenas como trilogia, mas infelizmente a Editora Americana pediu para que a escritora continuasse a escrever mais livros deste universo e mesmo sendo bons livros, acabou por tirar alguma da magia que a trilogia tinha, embora só tenha lido ainda O Herdeiro de Sevenwaters, mas notou-se ali claramente não estar ao nível dos anteriores, mas atenção não deixam de ser um bom livro).

Não querendo revelar muito do enredo, são muitas as personagens que nos fascinam (temos até um excelente vilão :D ), o enredo é todo muito bem planeado e temos sempre um volte-face que nos deixa surpreendidos, e claro uma escrita que nos deixa completamente viciados e ansiosos por ler mais.

Pronto um pequeno Spoiler, no segundo volume irão conhecer um corvo de nome Fiacha, terá a sua importância para o desfecho final, mais não posso revelar :D

Nota negativa apenas para o título do livro 3, embora eu, sinceramente, nem tenha dado por ela :D




Sinopse - O Filho de Thor - A Saga das Ilhas Brilhantes I - Juliet Marillier



Este é o primeiro dos dois volumes que compõem a nova série intitulada A Saga das Ilhas Brilhantes, da aclamada autora do fantástico Juliet Marillier - comummente comparada a Marion Zimmer Bradley. Depois da série Sevenwaters, com a qual recebeu vários prémios internacionais, Marillier recua agora ao tempo dos viquingues. Eyvind sempre desejou ser um grande guerreiro viquingue - um Pele-de-Lobo - mas o seu amigo de infância Somerled tem outros planos para o futuro. Apesar do juramento que fizeram quando crianças, Eyvind e Somerled acabam por seguir caminhos diferentes: o primeiro transforma-se num feroz servidor de Thor e o outro um cortesão erudito. Mas o destino acabará por reuni-los em circunstâncias misteriosas...


A saga é composta ainda por mais um livro A Mascara de Raposa

Relativamente a esta saga, claramente com um enredo baseado nos povos nórdicos, é igualmente muito boa e é onde a escritora nos dá a conhecer a minha personagem preferida por ela criada. Muito gira em torno das suas ações, complexo, cruel, uma personagem que ficará para sempre gravada na nossa memória...a minha única duvida (para eleição de melhor personagem) é mesmo a existência de um certo espião numa outra saga que é igualmente tão complexo como este que estou a referir mas por motivos diferentes. Mesmo quando passamos para o volume dois ele está sempre presente nos nossos pensamentos.

Óbvio que a saga tem muito mais para oferecer, momentos de crueldade, momentos comoventes e claro mais uma saga que será devorada seguramente. É complicado comentar sem fazer spoilers dai não querer revelar muito mais do enredo.

Apenas tive pena que não tivesse existido um reencontro entre duas personagens, tinha gostado, mas pronto acabou por ficar bem assim.

Quem me dera que a escritora tivesse publicado mais um livro desta saga. 




O Espelho Negro - As Crónicas de Bridei Volume I


Escócia, século VI. Bridei tem quatro anos quando os seus pais o confiam a Broichan, um poderoso druida do reino de Fortriu, com quem aprenderá a ser um homem erudito, um estratega e um guerreiro. Bridei desconhece que a sua formação obedece ao desígnio de um concelho secreto de anciãos e que está destinado a desempenhar um papel fundamental no destino do instável reino de Fortriu.

Porém. Algo irá mudar para sempre o seu mundo e, provavelmente, arrasar os planos de Broichan: Bridei encontra uma criança, ao que tudo indica abandonada pelos Boas-Gente. Todos concordam que o melhor será assassiná-la, mas Bridei decide salvá-la a todo o custo. E assim, ambos crescem juntos, e a bebé Tuala transforma-se numa bela mulher. 


Contudo, Broichan presente o perigo que ela representa, pois a jovem poderá vir a ter um papel importante no futuro de Bridei… ou causar a sua perdição.

Fazem parte da trilogia ainda A Espada de 
Fortriu e O Poço das Sombras


Para mim os melhores livros da escritora, novamente mágicos e onde penso que a Juliet atinge a maturidade na sua escrita. Sei que muita gente prefere a trilogia Sevenwaters, mas para mim estes são os seus melhores livros. É igualmente aqui que conhecemos uma personagem, que é de uma complexidade extraordinária, ninguém lhe fica indiferente e aparece assim do nada, mais não posso revelar.

Entretanto li mais uns livros da escritora, mas que embora sejam bons não têm a magia destas três sagas acima descritas, num dos casos os livros são para o publico mais juvenil (Danças na Floresta e Segredo de Sibele) e no outro caso a história acabou por ser algo previsível (Sangue de Coração) mas continuo a dizer que sendo livros da Juliet valem bem a pena ;)

Entretanto e sobre a escritora, já tive a felicidade de estar junto dela conforme partilhei nesta mensagem :



Só por curiosidade no almoço estive junto de uma jovem que era mesmo admiradora da Juliet, penso que me confessou já ter lido os livros da Juliet imensas vezes, ao falar com ela sobre a Juliet a jovem até estava comovida só de falar sobre os seus livros :D, foi realmente um dia marcante.

Bem fica o meu contributo para mais uma vez divulgar os livros desta grande senhora

47 comentários:

  1. Fiacha, tenho muito que lhe agradecer por ter me indicado a trilogia Sevenwaters, na qual li A Filha da Floreta e agora, juntamente com o Hobbit estou lendo o Filho das Sombras, estou bem no inicinho, mas acredito q não me decepcionarei. Em uma próxima leitura conjunta poderia ser um dos livros dela a ser lido, o q acha? Bom...termino meu comentário com o trecho do livro o filho das sombras, q achei muito bonito, pois por ele compreendemos q o amor de
    Sorcha e Red, de fato é mágico! ♥ "Sorri para mim própria. Seria ela tão cega que não via como as coisas se passavam entre os dois, Sorcha e Lubdan? Como podia ela viver ali, dia após dia, vê-los a olharem um para o outro e não compreender por que é fizera ele o que fizera?"

    Bjs e boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois Amanda,

      Nada a agradecer, tento sempre divulgar os livros que gosto e fico contente que tenhas gostado.

      O que estás a ler agora, o Filho das Sombras, é quanto a mim o melhor livro da trilogia, tenho a certeza que vais adorar ;)

      Quanto ao fazer leitura conjunta já te referi que é escolhido por votação, também gostava de reler um livro da Juliet. O Filho de Thor esteve mesmo perto de ser o eleito mas acabou por ser o Hobbit, não foi mau está a ser uma leitura agradável :D

      Sem Red é um senhor, sem duvida ;)

      Bjs

      Eliminar
  2. Marillier---um "r" e dois "l" e não ao contrário. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Jen,

      Caio sempre no mesmo erro, obrigado pelo reparo :)

      Bj

      Eliminar
    2. De nada. ;)

      Temos que mandar as pessoas para as livrarias à procura desta autora, e com o nome certo---TODA A GENTE A LER JULIET JÁ!!

      Eliminar
    3. Ois,

      A melhor maneira é mesmo divulgando a sua obra, é o que estou a fazer :D

      Deduzo que a tua saga preferida seja aquela em que existe um corvo estou enganado ? :D

      Bjs

      Eliminar
  3. É sempre agradável falar de Juliet Marillier, Os seus livros são muito bons e eu nem sei dizer qual gostei mais.
    Sevenwaters tem sempre um cantinho especial no meu coração, uma vez que foi o primeiro que li desta autora.
    Mas também gostei bastante das ilhas brilhantes e das crónicas de bridei.
    Muito bom comentário, gostei muito.
    Boas Leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Caminhante,

      Se poder ajudar a divulgar a sua obra, nem que seja para um ou dois leitores já é para mim uma satisfação.

      Pelo que já comentei sobre esta escritora, em tanto lado, apenas fiz um pequeno resumo de cada saga e das quais penso merecerem maior destaque.

      Tinha como objetivo ler um livro da Juliet para este ano, a ver se não for estragar algo tão interessante (ler livros de um escritor de nacionalidade diferente) mas até ai me precipitei ao pedir parcerias e vou ter mesmo que recusar algumas que ainda nem anunciei :( ) mas pronto sempre que tiver disponibilidade irei tentar manter-me nesse objetivo.

      Mas só consigo se alguém me emprestar *assobio* :D

      Obrigado caminhante, ainda bem que gostaste :)

      Bjs e boas leituras para ti :)


      PS: Tenho cá na ideia que a escolher uma personagem preferida um certo espião cairia na tua preferência, estarei enganado ? :D

      Eliminar
    2. Amigo Fiacha, não sei se será a minha personagem favorita da Juliet, esse espião que falas, pois gosto muito de Finbar. Mas de certeza que ele está no topo. :)
      quanto ao empréstimo, já sabes a resposta :)
      e o teu objectivo, vai com calma, ainda só temos dois meses no ano, ainda há muitas horas de leitura

      bjs e boas leituras

      Eliminar
    3. Olá,

      Penso que chegaste a assistir às várias votações para melhor personagem criada pela Juliet e realmente é muito difícil escolher a nossa preferida, quer masculina quer feminina.

      Eu sei, obrigado ;)

      Sim é isso mesmo, para já está a ser uma boa surpresa, sempre leio coisas bem diferentes do que estou habituado, dai o meu comentário, mas vou tentar seguir, na medida do possível :)

      Bjs

      Eliminar
  4. Bom dia,
    Por tua causa e por causa da Ghost Reader já andei a pesquisar mais livros acerca desta autora. Penso que brevemente vou aliar-me a voces no amor que sentem por ela hehe... :D
    Beijinhos e boas leituras**

    ResponderEliminar
  5. Olá Carolina,

    Que bom, só pelo teu comentário já fico satisfeito por ter feito esta mensagem, nem te passa pela cabeças as horas que passei a conversar sobre os seus livros.

    Vais ficar eternamente agradecida à Ghost e sempre vou gostar depois de ver a tua reação aos seus livros ;)

    Bjs e boas leituras :)

    ResponderEliminar
  6. Olá!!=D

    Eheh, esta Carolina é deliciosa!=D
    É bem verdade, Juliet Marillier é fenomenal! A minha saga preferida também foi as Crónicas de Bridei, devido a um certo espião celta.......xD
    Mas não desgostei da das Ilhas Brilhantes, até porque foi a primeira saga que li dela e terá sempre aquela marca especial...
    Contudo, não me lembro muito bem da Máscara da Raposa, estou a pensar em rele-lo.. Já agora, que duas personagens gostavas que se reencontrassem??

    Bjinhos e boas leituras!**

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ghost,

      É uma escolha difícil, e Bran e Red e Finbar e tantos outros mas mesmo assim pela importância que teve no enredo é mesmo o personagem da Saga das Ilhas Brilhantes (que levou um certo castigo de ter que ir de barco *assobio*) a minha personagem preferida ;)

      Bolas Máscara de Raposa e Guardião são inesquecíveis, eles que vivam numa ilha que me faz lembrar as Berlengas :D

      Ficaste curiosa heim...é um belo spoiler, mas pronto digamos que ambos fizeram um juramento de sangue *assobio*

      Bjs

      Eliminar
    2. Aaaah, já me lembro!xD
      Eu só não me lembrava porque já li há muuuito tempo!=p Para mim não é spoiler nenhum!=p
      Essa do *assobio* dá cabo de mim!xD

      Bjinhos e boas leituras!**

      Eliminar
    3. lol

      Eu também já li os seus livros à imenso tempo, embora não me canse de os recomendar :D...e penso que compreendes o que quero referir com o *assobio* é mesmo para não spoliar ninguem...ai não é quando partes para o livro dois não sabes nada sobre se um determinado personagem está vivo ou não, se o vais encontrar, como o vais encontrar e depois de tudo o que se passou e da demanda feita reencontra-se *rolar olhos* era bonito de ver..pelo menos para mim :D

      Bjs

      Eliminar
    4. Oh, nos livros dela nem tanto, mas há livros em que eu pegava e reescrevia algumas partes para criar reencontros assim.. Daqueles que até te fazem apertar as páginas do livros até os nós dos teus dedos ficarem brancos!xD
      Nos livros da Juliet, acho que não é tanto preciso porque ela nunca me decepciona nesses aspectos.. Vá, às vezes, as personagens precisam do real do empurrão, mas fora isso não me posso queixar de falta de finais felizes!xD

      Eliminar
    5. Ois Ghost,

      Não sabia que tens talento para escrever, vários são os exercícios de escrita que promovo num grupo do FB (http://www.facebook.com/groups/381940885175368/) que até a cof Juliet Marillier e mesmo o Peter V. Brett, entre vários escritores portugueses, já participam / participaram Cof

      Eu desde que comecei a ler George Martin, conheces ?, adoro crueldade, acho que é mesmo uma enorme mais valia para o enredo.

      Mas a Juliet tambem, em certas personagens, não as faz passar por um mar de rosas, isso é verdade :D

      Bjs

      Eliminar
    6. Oi!

      Não sei se lhe chamaria talento, mas sim, adoro escrever.. Tenho uma mente demasiado retorcida para não pôr muita coisa em palavras!=p
      Não te assustes, mas amo descrever cenas macabras de sangue, papas de carne e membros espalhados pelos lugares mais inusitados..xD


      Claro que conheço Martin, ando a namorar os livros dele há uns tempos, mas como sei que são viciantes, não me posso permitir a le-los para já....=S Mas vi a série do GoT..

      Mar de rosas? O único ponto de similaridade que encontro com isso e com a provação de Sorcha, por exemplo, são mesmo os espinhos..xD

      Bjinhos e boas leituras!**

      Eliminar
    7. lol,

      Vejo que tens uma mente cheia de ideia macabras, deve proporcionar bons exercicios :D

      Belo erro que fizeste ai, de longe que os livros do George Martin são superiores à serie e já sabes o que vai acontecer, estás a tempo de te redimir e um conselho não vejas os próximos episódios, pois corresponde ao melhor que Martin escreveu. Mas é apenas um conselho / sugestão ;)

      Vou dar-te um exemplo do que quero dizer dá-me um KO feito pela Juliet, isto é exemplo logo num primeiro livro ter morrido uma personagem tido Finbar, que como sabes nem é o centro do enredo ?

      Morrem personagens que nos são queridas, mas não por um ato que te deixe KO....lê Martin e depois voltamos a esta conversa :P

      Bjs

      Eliminar
    8. Em minha defesa, comecei a ver a série por engano! E já parei há muito tempo, por volta do tempo em que matam a loba da irmã mais velha, a ruiva idiota...xD

      E eu sei que Martin mata a torto e a direito.. Já li muito sobre a história dos livros dele e sei mais ou menos quem morre e quem não morre e quem fica parvo e sedento de poder..=p

      Bjinhos!**

      Eliminar
    9. lol,

      Lá está não tarda estamos a falar de Martin é que eu gosto imenso, mas pronto o maluco do responsável pelo blogue nem vai perceber que estamos em off topic :D :D :D

      O brilhante daquilo é como tudo acontece, à personagens que nota-se claramente o que lhe vão acontecer, estão a pedir, pronto falo-te no livro um de um targarien *assobio*, mas como Martin o faz é genial.

      A ruiva idiota, mesmo bem dito, Martin consegue que sintas isso por uma personagem, e nem te passa pela cabeça a quantidade enorme de personagens geniais que conseguir criar, nisso ganha a milhas À Juliet e olha que eu gosto muito das personagens criadas pela Juliet, mas é tão diferente ?

      E não me apresentaste nem um KO de uma morte da Juliet, assim de dizer tipo ? Como é possível ? ;)

      Bjs

      Eliminar
    10. Eheh, o responsável do blog que crie um tópico para se falar do homem non-stop..xD

      Eu sei!!! Aquele homem é insuportável.. Mas eu gostava tanto da irmã e pelo que percebi, pronto... Ela altera-se...xD

      Hum, sim, penso que não os podemos pôr no mesmo saco.. Não sei, apesar de ADORAR Juliet, parece-me que cria mundos mais pequenos e, por inerência, mais simples.. Não move tantos peões no mesmo tabuleiro, por assim dizer. Mas também, para isso é precisa muito arte, dada a complexidade da tarefa!

      Lol, acho que não nenhum KO.. Fiquei muito triste na Máscara, quando um dos dois da caverna morre (epah, tentar escrever sem spoilers é complicado...) Mas não vejo nenhuma daquelas mortes em que parece que te deram com um taco na cabeça ao levantares a cabeça do livro..

      Não há nenhuma morte à la Sirius Black!=''(

      Bjinhos!**

      Eliminar
  7. Olá!

    Aqui está uma das minhas vergonhas literárias! Ainda só li três livro desta autora e sei que todos os que tenho para ler são maravilhosos e ainda não os li! Shame on me!
    Tenho de ler melhor o teu post, para comentar mais aprofundadamente! Até logo!

    Bjs e boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rainha,

      Só a tua vinda aqui comentar me deixa imensamente satisfeito, acredita ;)

      Não tens nada que ter vergonha, pelo contrário, tens ainda algo de muito bom por ler só isso, eu também gostava de ter tempo para ler o último da Saga da Hobb, mas não tenho tipo hipótese...lá está tenho ainda algo de bom para ler ;)

      Sempre gostava de saber o que leste da escritora :D

      Bjs

      Eliminar
  8. Primeira vez que chorei ao ler um livro: enquanto estava a ler A Filha da Floresta.
    O que me fez começar a escrever: Juliet Marillier.
    O que mudou para sempre a minha leitura: A Trilogia de Sevenwaters.
    Ainda não li nada destes novos volumes de Sevenwaters. Quando tiver oportunidade de ler, vou tentar distanciá-los da trilogia em si, pois concordo contigo quando dizes que devia ter ficado como estava. Estava perfeito!
    Juliet Marillier será sempre a minha querida Juliet. E mais nada :D

    Bom trabalho na divulgação dos livros! ^^

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Olá Nádia ;)

    Sim não é fácil, não nos comovermos com os livros da Juliet, não é apropriado para ler no metro por exemplo, quando damos por ela lá estamos com uma lagrimazita assim do nada :D

    Gostas de escrever ? Como referi à Ghost faz-se vários exercícios de escrita no grupo que tenho no FB ;)

    Sim são livros mágicos, lá está a mim teve o efeito de recomeçar a ter o gosto pela leitura, pois em jovem queria era bola e namorar :P

    Plenamente de acordo, a Juliet não merecia que a obrigassem a escrever seja o que for, apenas apoia-la / incentiva-la para que escreva, mas pronto e humana e provavelmente vive do que escreve :(

    Sempre isso sem duvida e mesmo já tempo horas de comentar os seus livros e de divulga-los é sempre um prazer para mim ;)

    Bjs

    ResponderEliminar
  10. Juliet Marillier é magnífica, tal como as suas histórias. Ainda ontem li um excerto do livro II de Sevenwaters e fiquei derretida. Aqueles livros fazem-me sonhar como nenhum outro. E sublinho a Nádia..também já chorei muito em várias cenas, mas também, já me senti feliz, aventureira e consigo percorrer toda aquela viagem numa conquista sem fim.

    Li toda a trilogia e não concordo que devia ter terminado no III. O IV era essencial para explicar melhor o mundo das criaturas encantadas, dos Tuatha Dé Danann, a sua força sobre Sevenwaters, e como começou Sevenwaters. Achei o IV livro muito bom, e foi mesmo um revirar fantástico. E claro, foi necessário terminar o que deste livro decorre.

    As sagas brilhantes, só li o I. Confesso que não sou muito fã de Vikings, mas quando de repente a história muda de lugar e une as duas partes, vibrei com todo o enredo, lindo, desafiante, justo, muito justo. Adorei as personagens, com uma força inesquecível.

    Ai..e as Crónicas de Bridei, que posso dizer? tão lindo quanto Sevenwaters, mas não é igual, claro. Tem muita estratégia e conta a forma como as vidas se cruzam e acabam por unir destinos. Excelente.

    E li o Segredo de Cibele, a sério que adorei esta história. Um registo menos pormenorizado, mas igualmente lindo, romântico, com ensinamentos druidas de forma subtil. E um português...:P não vou contar mais nada...mas aconselho a não fazerem o que fiz..e leiam primeiro as danças na floresta que é a seguir a este...

    bem..e é assim o meu testemunho..

    Estas histórias jamais as esquecerei..:D

    ResponderEliminar
  11. Ois miga,

    Sim podemos chorar mas também temos momentos de felicidade e até nos faz sentir bem com o que lemos e no fundo há muitas mensagens e sabedoria nos seus livros, na época a mulher tinha uma importância diferente do que tem atualmente hoje e as suas personagens femininas são sempre fortes, humanas, importantes e que ainda nos dias de hoje são um exemplo a seguir.

    Pronto aceito, mas para mim Sevenwaters devia ter ficado com essa magia, sem saberes mais sobre os Tuatha Dé Danann, estava devidamente encerrado. E sempre disse que era um bom livro, mas que para mim perdeu o bom que os outros tinham :D

    Ai que sorte tens, então lê A Máscara de Raposa e mais umas belas lições de vida irás ver ;)....Adorei ;)

    Pessoalmente gosto mais das Cronicas de Bridei do que Sevenwaters ;)

    É melhor que o Danças na Floresta sem duvida e ainda conhecemos o pirata Duarte, excelente.

    Ensinamentos druidas, ora ai está algo bem aplicado aos seus livros ;)

    Adorei o teu comentário ;)

    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Juliet é uma escritora fantastica e com uma imaginação incrivel.
    Eu apenas li os livros de Sevenwaters e O Sangue do Coração e adorei qualquer um deles. A forma como Juliet nos mostra as suas personagem a maneira como desenrola a historia faz nos querer mais e mais. Para quem não leu ainda, leia porque os seus livros agarranos de uma forma que nem sempre acontece.
    O meu favorio é A Filha da Floresta.

    ResponderEliminar
  13. Olá Ana,

    Fico contente por saber que ainda só leste sobre o universo de Sevenwaters e o Sangue do Coração, pois ainda tens ainda tens muitos livros bons da escritora para ler e acredita o encanto de Sevenwaters mantêm-se, nada como falar com um certo pisco eheheh

    Bjs e espero que estejas a gostar de conhecer Martin, quanto mais se avança mais vai melhorando ;)

    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Já tenho duas mortes KO!

    Wanna know who???=p

    ResponderEliminar
  15. Eu como grande fã da Juliet tenho todos os livros e já os li todos pelos menos duas vezes cada. Houve sagas de que gostei mais e outras menos. Contudo mesmo as que não me fascinaram tanto não desgostei. Até porque a Juliet tem uma forma de escrever que me envolve de tal forma ao ponto de estar horas esquecidas agarrada aos seus livros mesmo aqueles que menos gostei. Ai!!! O Filho das Sombras é sem dúvida o meu livro favorito. Esse já li pelo menos (e não vou exagerar)10 vezes. Sempre que leio algo que para mim não é tão intenso, leio O Filho das Sombras.
    Nada mais a acrescentar que já não tenha sido dito e escrito. É maravilhosa a Juliet.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luisa :D

      Não te queria desapontar mas já li pessoas que já releram mais de 10 vezes os livros da Juliet, seja como for só demonstra que é uma grande escritora e que as suas histórias nos marcam.

      Confesso apenas reli O Espelho Negro das crónicas de Bridei, mas não é que não tenha vontade de reler qualquer livro que aqui apontei, quem sabe em leitura conjunta :D

      Bjs e tudo de bom ai para esses lados ;)

      Eliminar
  16. O 1º livro que li da Juliet foi A Filha da Floresta e fiquei logo encantada. Sabes, há escritores que até escrevem histórias bonitas mas falta o encanto nas palavras. E nesse aspecto a Juliet marca muito. É muito envolvente a escrita dela.

    ResponderEliminar
  17. Ois,

    Por acaso a minha estreia foi com o Espelho Negro mesmo, dai gostar tanto quer de Tuala quer de Bridei, mas sim a Juliet mesmo não parecendo tem sempre uma mensagem muito forte nos seus livros, afinal um grande homem é sem duvida tambem o reflexo de uma grande mulher, mas há muita outra coisa que nos encanta nos seus livros sem duvida ;)

    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Adoro a Juliet... É a minha escritora favorita como tu já sabes...

    Fizeste aqui uma boa propaganda aos livros da Juliet. E és um sortudo por poderes ter conhecidos esta escritora pessoalmente. Espero que ela venha novamente a PT para poder conhece-la! =)

    Os livros dela são simplesmente fantásticos. Tenho é muita pena que tenhamos que esperar tanto tempo para que os livros dela saiam cá em PT...
    A Trilogia Sevenwaters é mesmo a minha favorita pois foi ela que me apaixonou pelo mundo que Juliet "criou", e tem personagens fortíssimas e super interessantes como Sorcha, Bran, Liadan, entre outros.
    As Crónicas de Bridei, adoro os dois últimos, o primeiro - O Espelho Negro, é o livro dela que menos gosto, pois é sobretudo sobre Bridei e sobre a Tuala, e eles não me cativaram tanto como as outras personagens dos restantes livros, como Faolan, Ana e outros. Mas existem grandes expectativas para que saia um novo livro desta saga e fico a aguardar, pois o tema promete ser bem interessante... =P
    A Saga das Ilhas Brilhantes, adoro o primeiro, o segundo acho que o li numa altura má, pois não o apreciei tanto, apesar de ser um bom livro, acho que tenho que lhe dar uma nova oportunidade =P eheh
    Os outros livros dela mais para um publico jovem, apesar de a escrita estar diferente e não serem tão intensos como as outras sagas, também gosto muito, mesmo que previsíveis.
    Todas as histórias da Juliet de alguma forma marcaram-me e penso que irão continuar a faze-lo...
    O que me re-lembra que ainda tenho a nova saga para ler e que o pretendo fazer em breve...
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana,

      Sei pois, é uma escritora que tem a minha admiração por tudo, pela escrita, pelas mensagens que estão trás dos seus livros, pela pessoa em si, se tiveres uma nova oportunidade, aproveita, vais ter um dia muito bem passado e ficar admiradora da Juliet de uma outra forma, nunca vi ninguém igual na maneira de lidar com os seus leitores, tirei dia de férias e tudo e ainda bem que o fiz ;)

      Qualquer uma destas sagas são mágicas, embora a saga das ilhas brilhantes nunca tenha visto ninguem dizer que fossem os livros da Juliet, como os seus preferidos, mas são muitos bons. Pena que os tenhas lido numa fase menos boa, eu não gostei mais do Filho de Thor do que Máscara de Raposa, são ambos bons cada um à sua maneira :)

      Era tão bom mais um livro sobre Bridei, vamos ter esperança :)

      Fazes bem lê e depois eu vejo se gostaste, embora tenha quase a certeza que é o que vai acontecer, esse também gostava de ler, embora seja mais uma saga lol

      Bjs

      Eliminar
  19. Fiacha só me recomendas coisas boas e a minha lista de livros a ler continua a aumentar com cada post teu. Já conhece a Juliet há alguns anos (mais ou menos quando ouvi falar pela primeira vez da MZB) mas nunca li um livro dela porque sempre tive outros para ler. A ver se um dia pego num. Também nunca soube bem por qual começar porque quando os autores começam a publicar tantas séries os leitores novos ficam confusos sobre onde devem começar. Mas agora já sei :D

    Abraços e boas leituras!

    ResponderEliminar
  20. Olá Pedro,

    Ainda bem, espero nunca te desapontar com alguma recomendação, mas pode acontecer.

    Aqui a Juliet não engana mesmo, qualquer uma destas 3 sagas, são livros mágicos e muito bem escritos e tudo sempre muito bem planeado, e sem sombra de duvidas uma das minhas escritoras preferidas, gosto mais até do que a própria MZB.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pedro e Fiacha!
      Respondendo ao Pedro, eu que já li tudo da Juliet, mas que não conheço os teus gostos, arriscaria a recomendar uma das sagas que mais divide o protagonismo entre géneros, "A Saga das Ilhas Brilhantes" (2 livros), ou "As Crónoicas de Bridei". Isto porque a saga de Sevenwaters é lindíssima contada de forma muito pessoal, mas também muito feminina, a meu ver. Talvez demasiado feminina. Não feminista, como acho que são, por exemplo, "As Brumas de Avalon", da MZB, mas de qualquer forma, penso que talvez te identificasses menos.
      E a escolher, escolheria "As Crónicas de Bridei", acho que é, em termos de escrita, bastante melhor que "A Saga das Ilhas Brilhantes" - esta tem o maior vilão de sempre dos livros da Juliet, é certo, mas acho os livros de "As Crónicas..." mais bem "esgalhados".

      Fiacha, gostava de colocar aqui um comentário mais elaborado acerca da Juliet, mas ela merece um texto em condições, o que não é fácil - como passar para simples palavras tudo o que eu sento a ler livros dela? - e quando tiver mais tempo, faço-te um. :)

      Eliminar
    2. Olá Paula Pinto,

      Ai tanto que me recordo dos bons tempos que passamos a especular e mesmo a comentar os seus livros ;)

      Fico muito contente, até podes fazer um texto e caso queiras colocar como uma mensagem tua aqui no blogue estás à vontade, sei que consegues transmitir muito melhor a qualidade de escrita da Juliet.

      Nunca me canso de divulgar os seus livros e é sempre um prazer enorme ver as pessoas a comentarem os seus livros, dá-me prazer sem duvida.

      Bjs e boas leituras :)

      Eliminar
  21. Olá Fiacha

    Excelentes opiniões sobre as sagas da escritora.
    Esta nos meus planos de leitura para 2014.

    Abraço

    [by Finisterra]

    ResponderEliminar
  22. Olá Fiacha

    Sobre esta autora, que eu tambem adoro, tens mais estes livros:
    O Herdeiro de Sevenwaters
    A Vidente de Sevenwaters
    A Chama de Sevenwaters

    Bjs e Boas leituras :)

    ResponderEliminar
  23. Obrigada pela recomendação vou ler de certeza :D.
    http://redroselovepeaceandwrite.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ois Patricia, bem vinda :)

      Bem vinda e acho que fazes mesmo muito bem ;)

      Bjs e boas leituras :D

      Eliminar